Arena RPG Maker
Olá, visitante!
Seja bem-vindo ao fórum Arena RPG Maker, caso queira aprender sobre criação de jogos, está no fórum certo. Esperamos que possa aprender tanto quanto possa nos ensinar aqui.

Atenciosamente,
Equipe Arena RPG Maker.
Arena RPG Maker

Estamos de volta o/ ... Ou não.Eu amo a -Dark
Doações para o fórum abertas, clique aqui e saiba mais.
Últimos assuntos
» Pokémon Genesis Online! (PGO)
Qua 05 Jul 2017, 17:08 por Lexar

» Tileset Converter to MV
Sex 12 Maio 2017, 13:07 por Douggi

» [Dúvida] Como tirar a porcentagem de esquiva
Ter 09 Maio 2017, 22:15 por Neil Flame Runner

» Pack Resources, Sprites e etc
Qua 23 Dez 2015, 09:30 por raydengv

» Download RPG Maker 2003 + RTP em português
Ter 22 Dez 2015, 08:14 por ::KimMax::

» Fantasy Art Online
Dom 18 Out 2015, 16:42 por daviih123

» Você vai ter medo do Nerve gear?
Sab 25 Jul 2015, 16:02 por Kirito-kun

» O Barato é louco
Sab 27 Jun 2015, 15:26 por Halt

» Download RPG Maker 2000 + RTP em português
Qui 21 Maio 2015, 19:28 por Wismael

» Divulgando meu grupo e página do Facebook
Ter 19 Maio 2015, 13:06 por Halt


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1Projeto Jogo - Ascensão de Gaeros em Sab 21 Mar 2015, 07:43

lukhas

avatar
Membro - Novato
Membro - Novato
Bom dia à todos!

Esta é minha primeira postagem e gostaria de falar sobre o jogo que estou desenvolvendo.


Previsão de término:

10 Meses a partir de agora
.
Digo que esse jogo vai ser longo, com muitas quests, muitos itens de merge, e algumas evoluções de classe(não igual MU).


Creio que quem queira zerá-lo vai levar pelo menos 2 semanas.
Bom, espero que quando estiver pronto vocês gostem, pois estou há 1 mês só criando o banco de dados dele.


Quem quiser ler a história de epilogo(ou prólogo, esqueci qual vem primeiro  :S ) do jogo, estarei disponibilizando abaixo. Lembrando que o fim da história é o começo do jogo.

OBS: Para quem não gosta de ler muito, creio que podem ler o resumo abaixo hihihi.

História do jogo:
História:
Em um reino chamado Balgor, havia um guerreiro muito honesto e corajoso chamado Magnus. Esse guerreiro foi a maior lenda do reino por suas aptidões incríveis com todas as armas, porém ele era humilde e muito bondoso, ao redor dele havia sempre amigos, e suas jornadas sempre foram bem - sucedidas. Seu melhor amigo e companheiro de treino era Bazen. Um guerreiro muito bondoso e que lhe dava conselhos, pois era mais velho e tinha sabedoria.
Um dia o rei Remas estava muito doente e a medicina não havia soluções possíveis para gripes fortes, somente um mago arcano de Hodenia – reino dos feiticeiros - tinha capacidades de cura mágica para o revitalizar, mas não havia um sequer em suas redondezas e esse reino era tão distante e com percursos tão perigosos que só quem havia um balão poderia atravessar em segurança, ou, só quem havia coragem, que seja tão destemido que até a morte teria medo deste. Como não haviam balões com capacidade para duas pessoas, Magnus se candidatou nessa jornada perigosa para ir atrás de um mago arcano em Hodenia. Então, Magnus se preparou e partiu para o reino da magia pegando florestas e vales perigosos.
Felizmente Magnus era o mais corajoso e destemido de todos, então foi lutando contra monstros que até um exército inteiro recuava se estivesse diante deles.
Quase morrendo, o Rei clamou por Magnus e logo estava ele ali, chegando nos portões do castelo. Magnus levou seu cavalo e o mago até o quarto do Rei, então o mago começou a curar o Rei enfermo.
Pelo triunfo do Rei perante a doença, Magnus foi nomeado braço direito de Remas. Seu maior sonho se realizara ali.
Após muitas vitórias em combates de desafiantes, Magnus foi reconhecido mundialmente e o número de inimigos e invejosos foi cada vez mais crescendo. Então, um dia o Rei faleceu por velhice e como não tinha herdeiros resolveu fazer um testamento que dava à Magnus o direito de reinar. Magnus ficou muito triste para governar, mas não havia escolha, ele cumpriu o que o testamento de Remas dizia.
Magnus foi o mais vitorioso Rei e o mais bondoso de todo o mundo de Alderos. Ele saqueou tantos reinos, que o reino de Balgor foi o mais próspero, as pessoas não eram pobres, todas podiam comprar as mercadorias que chegavam de fora. Logo se tornou o reino com maior produtividade e comércio do planeta.
O Rei, finalmente encontrou sua Rainha, se chamava Eldra, era a moça mais bela e inteligente do reino. Após poucos meses tiveram um pequeno filho chamado Gaeros. No nascimento de Gaeros, sua amada Rainha faleceu após muitas dores, houve pranto, mas a felicidade de ter um filho lhe ajudou a superar isso. Esse menino já pequeno mostrava sua essência de guerreiro. Aos dois anos de idade, já brincava com espadas de madeiras e teimava em ter uma de ferro.
Magnus era desafiado por reinos e sempre vencia suas batalhas. Os maiores guerreiros do planeta o desafiaram e ele sempre os venceu com pouca dificuldade.
Um dia, chegou uma carta de seu mais importante mensageiro, e foi entregue em suas mãos a notícia. Magnus estava sendo desafiado por Metna, o maior carrasco de reis, ladrão e trapaceiro de todos. É braço direito de um Rei considerado bom, Rei de Gorig, mas que por sua ingenuidade, não sabia de atrocidades que seu conselheiro cometia por reinos a fora, Ele era um ser com aspecto não humano,
haviam rumores que ele usava magia arcana para lutar com seus oponentes e usava também habilidades nunca vistas, já matou heróis que eram considerados invencíveis. Seu maior desejo era derrotar o maior guerreiro de todos, Magnus, mas não só isso,
Metna também queria o controle do reino de Balgor para si, então encerrou sua lealdade com o Rei de Gorig.
Magnus ao saber desse fato, ficou menos destemido e corajoso do que era. A fama deste homem o desencorajou, e seus conselheiros perceberam isso. Magnus nunca foi desencorajado por qualquer desafio que lhe proporão. Mas mesmo nesses fatos,
Magnus mandou o mensageiro enviar uma mensagem a Metna, aceitando seu duelo até a morte.
O Rei por precaução, mandou sua criada de maior confiança entregar Gaeros a seu maior amigo Bazen, pois não sabia o que poderia acontecer ao término da batalha, mesmo se a vitória fosse sua.
Ela ficou espantada, nunca viu seu Rei com tanto medo em todos seus anos de convivência ao lado dele.
Naquela tarde, ao pôr - do - Sol, Magnus viu de sua varanda seu inimigo com sua guarda particular vindo em sua direção. Nunca se viu uma aura
tão amaldiçoada, quanto a de Metna, ele vestia armaduras leves, porém parecia que tinha uma presença tão forte, quanto a de um Deus. O combate então estava prestes a começar.
Magnus, pediu a seu escudeiro a sua espada, que já não era mais prata por ter ferido tantos inimigos, era um pouco laranja. Metna, por sua vez, pediu a seu escudeiro o machado que usara para decapitar tantos inimigos.
Magnus se dirigiu ao campo de batalha com sua guarda mais habilidosa, caso algum imprevisto acontecesse. Então, o Rei perguntou a seu desafiante quais eram as intenções dele além de derrota - lo. Metna respondeu então - desejo o sangue de todos
os seus guerreiros, desejo teu reino, o sangue de teus parentes, e também a cabeça dos seus soldados -, Magnus ficou furioso, e disse que iria pagar por ter desafiado o seu povo, sua família diante dele.
O combate começou. Espada de um lado e Machado do outro, ambos se colidindo e soando estalos que não pareciam ter fim.
Os soldados ficaram olhando e desejando entrar na batalha para ajudar, mas não era possível, provavelmente morreriam no primeiro golpe. Ambos os duelistas ficaram cansados, mas ainda continuavam duelando, para ver quem cairia primeiro. Nenhum caiu após três horas de luta, nenhum golpe acertou, e ainda continuavam batalhando com movimentos cansados, mas ainda rápidos.
De repente, Metna colocou sua mão sobre a perna e sacou um punhal pequeno, ele largou seu machado e levou alguns golpes
nessa ação, sangrou, mas ainda estava firme. Então, tentou desferir golpes em Magnus com o punhal, como era leve, Metna agora estava com ataques mais rápidos que os de Magnus.
Os soldados de Magnus pensaram em um possível envenenamento da lâmina, então gritaram para Magnus parar de batalhar, mas ele não ouviu e continuou até que alguém morra.
Metna conseguiu acertar um golpe no braço esquerdo de Magnus, então Magnus começou a sentir dores no braço, era mesmo uma lâmina envenenada. O Rei tentou esquivar de seus próximos ataques e não aguentava mais usar as duas mãos para segurar a arma. Então tentou lutar com somente uma mão segurando a espada. Não foi uma boa escolha, Magnus levou punhaladas em sua perna direita e mais uma na barriga.
Os soldados foram intervir ao verem que era uma lâmina envenenada, mas Magnus disse à eles uma frase:
- É melhor perder com honra, do que vencer e ter um fardo de desonrra.
O fim do Rei, foi breve, ao levar uma punhalada na artéria do braço, o veneno chegou rapidamente ao coração. Houve pranto, seus soldados estavam desmotivados para lutar, mas viram que atrás do horizonte, estava vindo um exército para tomar o Reino.
O maldoso “Carrasco de Reis” então disse:
- Contemplem o meu poder, e seu novo Rei e carrasco.
Após o cerco, a derrota foi inevitável, a nova realeza de Balgor agora é Metna.
Bazen recebeu o garoto e logo fugiu para um país de refugiados de guerras. Ele conhecia muitas pessoas refugiadas e levou Gaeros para morar com ele. Prometeu a Gaeros que iria protege-lo e treina-lo para ser um grande guerreiro igual a seu pai.

Aqui está o resumo: Podem dar palpite nos nomes dos characters, menos do Gaeros  8) .


O jogo se trata de um jovem que era filho de um rei chamado Magnus.
Magnus foi morto em uma batalha contra um assassino de reis famoso chamado Metna(estou querendo mudar esse nome, deem palites :D ).
Metna não sabia que Magnus tinha um filho, aliás só quem era muito próximo a Magnus sabia disso.
Então por precaução antes da batalha Magnus deixou ordens a sua criada mais fiel para deixar Gaeros com seu amigo antigo chamado Bazen.
Após a morte de Magnus e a escravidão do seu povo, Bazen passou a cuidar de Gaeros longe das cidades de Balgor, em vilas de refugiados(Metna havia feito muitas guerras contra reis, por isso haviam se feito vilarejos escondidos nas florestas para se livrarem das rotas dos exércitos).

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum